CRESCIMENTO DISCOVERY DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO PRECOCE SÃO IMPORTANTES

EMAGRECER QUERO MAIS

25 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: ATITUDES QUE PODEM SER TOMADAS PARA MINORAR OS EFEITOS INDESEJADOS DA SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL PARA AJUDAR AS MULHERES COM SÍNDROME MENSTRUAL.

Para superar a síndrome pré-menstrual, ajudará bastante se você entender o que está acontecendo. Isso pode aliviar um pouco sua ansiedade sobre os sintomas. Pode ser útil manter anotações diárias sobre a sintomatologia, dia a dia. Observe o dia que você se sente irritada, depressiva, ansiosa, baixa auto-estima, ou tem qualquer outro sintoma que você sente que pode ser parte da síndrome pré-menstrual. Observar quanto tempo antes da menstruação os sintomas começam a aparecer e anote nas suas anotações diárias. Como você pode saber quando provavelmente os sintomas da síndrome pré-menstrual podem ocorrer você já pode estar prevenida e estar pronta para eles. Por exemplo, você pode evitar fazer coisas importantes, que exijam mais de você no período que os sintomas são esperados. Compartilhe com sua família, amigos ou parceiro, os sintomas pelos quais você está passando, isto podem ajudá-los a entender como você está sentindo e se sente no período pré-menstrual. 
Algumas mulheres referem que se fizerem exercícios regularmente, tem menos problemas com a síndrome pré-menstrual, portanto, tente fazer regularmente exercícios várias vezes durante a semana. Quanto aos alimentos e bebidas algumas mulheres afirmam que várias dietas ajudam a aliviar a síndrome pré-menstrual. Reduzindo a quantidade de carboidratos ingeridos no período pré-menstrual pode ajudar. Algumas mulheres acham que o álcool ou cafeína (encontrada no chá, café, cola, etc) faz com que seus sintomas piorem. Assim, pode valer a pena um teste de não ingerir álcool ou cafeína antes da menstruação para ver se isso ajuda. Vários tratamentos têm sido defendidos para tratar a síndrome pré-menstrual. O tratamento da síndrome pré-menstrual, na realidade ainda continua dependendo de investigações científicas sobre a síndrome pré-menstrual, uma vez que nem sua causa está bem elucidada, as investigações continuam para se verificar qual tratamento é mais adequado e qual deles seria o melhor. A compreensão do problema, a antecipação dos sintomas e o planejamento de uma estratégia para enfrentar a sintomatologia da síndrome pré-menstrual são tudo o que é necessário para muitas mulheres, que acham que as medidas preventivas listadas acima, e outras mudanças de atitude, tais como, evitar o estresse ou fazer exercícios de relaxamento antes da menstruação pode ajudar. No mercado encontramos alguns produtos para o tratamento da síndrome pré-menstrual, embora não haja evidências suficientes para apoiar seu uso. Dentre eles temos o cálcio, o magnésio e o agnus castus, que podem auxiliar algumas mulheres. Além destas substâncias citadas existem outras que seu ginecologista ou endocrinologista podem prescrever.
Dr. João Santos Caio Jr
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM: 20611

Dra Henriqueta V. Caio
Endocrinologia-Medicina Interna
CRM 28930
Como Saber Mais:
1. Para superar a síndrome pré-menstrual, ajudará bastante se você entender o que está acontecendo...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=TPM

2. Como você pode saber quando provavelmente os sintomas da síndrome pré-menstrual podem ocorrer você já pode estar prevenida e estar pronta para eles...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/

3. Algumas mulheres referem que se fizerem exercícios regularmente, tem menos problemas com a síndrome pré-menstrual, portanto, tente fazer regularmente exercícios várias vezes durante a semana...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Tratamento da síndrome pré-menstrual, Royal College de Obstetras e Ginecologistas (Dezembro 2007); Yonkers KA, O’Brien PM, Eriksson E , síndrome pré-menstrual. Lancet. 2008 05 de abril; 371 (9619) :1200-10; Brown J, O’Brein PM, Marjoribanks J et al; inibidores seletivos da recaptação da serotonina para a síndrome pré-menstrual. Cochrane Database Syst Rev. 2009 15 de abril, (2): CD001396; Jarvis CL, Lynch AM, Morin AK; estratégias de gestão para a síndrome pré-menstrual / transtorno disfórico pré-menstrual. Ann Pharmacother. 2008 Jul; 42 (7) :967-78. Epub 2008 Jun 17.










Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com



Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17



Seguir no Google Buzz

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL -


QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL, QUAIS MULHERES PODEM SENTIR A SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL, COMO É DIAGNOSTICADA A SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL E O QUE PODE CAUSAR A SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL.


A maioria das mulheres durante o período em que são férteis podem apresentar certos sintomas que ocorrem a cada mês antes da menstruação. A síndrome pré-menstrual é às vezes chamada de tensão pré-menstrual (TPM) - mas só a tensão pré-menstrual aumentada pode não ser o único sintoma. Foram relatados mais de 100 sintomas diferentes da síndrome pré-menstrual e geralmente eles ocorrem na 2ª fase do ciclo menstrual, isto é, após a ovulação. Você pode ter apenas um, dois sintomas, ou ter vários sintomas da síndrome pré-menstrual. Os mais comuns: os sintomas psicológicos (mental) incluem: tensão, irritabilidade, cansaço, fadiga, sentimentos de agressão ou raiva, mau humor, ansiedade, perda de confiança, sensibilidade emocional aumentada, baixa auto-estima, choro fácil. Você pode ter uma mudança em seu padrão de sono, em sentimentos sexuais e no seu apetite. Relações interpessoais podem se tornar tensas devido a estes sintomas; os sintomas físicos incluem: inchaço das mamas com ou sem dor, inchaço abdominal, inchaço dos pés ou das mãos, dor nas costas na altura da coluna lombar, ganho de peso (cerca de 1 kg mais por conta do inchaço), um aumento de dores de cabeça. Se você tem epilepsia, enxaqueca, asma ou outras doenças crônicas, você pode achar que essas condições pioram antes da menstruação. A síndrome pré-menstrual mais comumente afeta as mulheres com idades entre 20-40 anos. No entanto, ela pode afetá-la em qualquer idade, mesmo se você tiver menos de 20 anos de idade. A maioria das mulheres pode dizer se está para ficar menstruada pela forma como se sente física e psicologicamente. Para a maioria, os sintomas são leves e não causam muito incômodo. Cerca de uma em cada vinte mulheres têm a verdadeira síndrome pré-menstrual. Isto ocorre quando os sintomas se tornam ruins o suficiente para perturbar suas atividades normais e sua qualidade de vida. No dia-a-dia o desempenho no trabalho pode ser afetado e o relacionamento com a família e os amigos pode ficar tenso. Não há nenhum exame laboratorial ou instrumental se diagnosticar a síndrome pré-menstrual. O diagnóstico da síndrome pré-menstrual é baseado em seus sintomas. Às vezes é difícil dizer se seus sintomas são devidos à síndrome pré-menstrual, ou se eles são devidos a outras condições, tais como ansiedade ou depressão. Geralmente é difícil você se recordar de quando ocorrem os sintomas, para tanto é necessário se fazer anotações do dia a dia POR UNS 3 meses para poder explicar os sintomas e quando eles ocorrem ao seu médico. É quando os sintomas ocorrem, e não apenas a sua natureza ou tipo, que indica a síndrome pré-menstrual. Isto significa que se você tem síndrome pré-menstrual, os sintomas são dessa forma: os sintomas começam em algum momento após a ovulação, que ocorre cerca de duas semanas antes do início da menstruação. Tipicamente, os sintomas podem se agravar durante os cinco dias antes da menstruação. No entanto, algumas mulheres têm sintomas por duas semanas ou assim que acabam de menstruar. 
Os sintomas geralmente desaparecem dentro de três a quatro dias após a menstruação começar. Os sintomas que duram o mês todo não são devido à síndrome pré-menstrual. A causa da síndrome pré-menstrual não é conhecida. Pensamos que pode ser devido às oscilações hormonais que a mulher sofre durante todo seu ciclo menstrual, mas como os sintomas começam após a ovulação (quando você libera um óvulo de um ovário diferente por mês) quando os sintomas são desencadeados, outra possibilidade seria que as mulheres que apresentam síndrome pré-menstrual são mais sensíveis aos níveis de progesterona, que se eleva após a ovulação, na segunda metade do ciclo menstrual. Este hormônio cai na corrente sanguínea dos ovários após a ovulação. Um efeito de mais sensibilidade à progesterona, parece reduzir o nível de um neurotransmissor chamado serotonina. Isso pode levar aos sintomas, e pode explicar por que medicamentos que aumentam o nível de serotonina podem melhorar a síndrome pré-menstrual.
Dr. João Santos Caio Jr
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM: 20611

Dra Henriqueta V. Caio
Endocrinologia-Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. A maioria das mulheres durante o período em que são férteis pode apresentar certos sintomas que ocorrem a cada mês antes da menstruação...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=TPM

2. A síndrome pré-menstrual mais comumente afeta as mulheres com idades entre 20-40 anos...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/

3. Tipicamente, os sintomas podem se agravar durante os cinco dias antes da menstruação...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Tratamento da síndrome pré-menstrual, Royal College de Obstetras e Ginecologistas (Dezembro 2007); Yonkers KA, O’Brien PM, Eriksson E , síndrome pré-menstrual. Lancet. 2008 05 de abril; 371 (9619) :1200-10; Brown J, O’Brein PM, Marjoribanks J et al; inibidores seletivos da recaptação da serotonina para a síndrome pré-menstrual. Cochrane Database Syst Rev. 2009 15 de abril, (2): CD001396; Jarvis CL, Lynch AM, Morin AK; estratégias de gestão para a síndrome pré-menstrual / transtorno disfórico pré-menstrual. Ann Pharmacother. 2008 Jul; 42 (7) :967-78. Epub 2008 Jun 17.











Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com


Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17


Seguir no Google Buzz


1 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL PODE AFETAR O DESEMPENHO ESCOLAR DE UMA ALUNA,

SE OCORREREM OS SINTOMAS DURANTE UMA ATIVIDADE CRÍTICA IMPORTANTE, PRINCIPALMENTE SE A MESMA ESTIVER ENQUADRADA NO PERCENTUAL DE MULHERES QUE APRESENTAM COM MAIS FREQUÊNCIA, SINTOMAS GRAVES E MÚLTIPLOS DA SINDROME PRÉ- MENSTRUAL, QUE SEGUNDO ALGUMAS CLASSIFICAÇÕES É MAIS GRAVE DO QUE A TPM QUE OCORRERIA APÓS A OVULAÇÃO, SEGUNDO FRANK, GREENE R, DALTON K.


As primeiras referências à síndrome pré-menstrual (SPM) encontram-se nos relatos de Hipócrates, que observou o aparecimento de cefaléia e agitação no período pré-menstrual. Em 1931, estes e outros sintomas foram classificados, eles surgem na fase pós-ovulatória do ciclo menstrual, com intensidade progressiva e cessando com o início do fluxo menstrual, como tensão pré-menstrual (TPM). Estes sintomas são cíclicos e precedem a menstruação, daí o nome tensão pré-menstrual (TPM). No final da TPM há um agravamento do estado de humor e é definido como distúrbio disfórico. Os sintomas da SPM – síndrome pré-menstrual, pode ser dividida em 2 grupos: somáticos e psíquicos.
Entre os sintomas somáticos mais comuns estão os estados congestivos que afetam principalmente as mamas, deixando-as mais sensíveis, doloridas, com aumento de volume, o abdome e a pelve, através da retenção hídrica e de outras manifestações como a enxaqueca, o aumento da secreção vaginal, dores vagas generalizadas, anorexia ou aumento do apetite, com desejo principalmente de chocolate e doces, diarréia ou constipação, sudorese, acne, herpes, insônia, crises asmáticas mais frequentes, aumento de peso temporário, dores lombares e ciáticas, distúrbios alérgicos, crises cíclicas de hipertrofia da tiróide, aerofagia, estados hiperglicêmicos e crises convulsivas. Entre os sintomas psíquicos, com maior freqüência estão, a incapacidade de concentração, labilidade afetiva, perturbações no sono, agressividade, irritabilidade, tensão nervosa, humor variável, depressão, ansiedade, crises de choro e desânimo, com impedimento de exercer suas atividades normais, principalmente as intelectuais, devido a dificuldade de concentração e raciocínio.
A SPM é classificada em 4 tipos, sendo no quadro mais comum onde pode ocorrer a predominância de alguns sintomas, em que há predominância da sintomatologia emocional com intensa ansiedade, irritabilidade e tensão nervosa, levando a padrões de comportamento alterado. A segunda mais freqüente se caracteriza por alterações do metabolismo hídrico, manifestada por edema, dores abdominais, mastalgia e ganho de peso, retenção de sódio e água. A terceira tem como sintoma preponderante a cefaleia, habitualmente acompanhada de aumento do apetite, desejo incontrolável de ingerir alimentos doces, fadiga, palpitações e tremores. Têm sido encontrados nesses casos uma diminuição do magnésio nas hemácias e um aumento de tolerância aos carboidratos, resultante de um aumento da resposta da insulínica à glicoseA quarta manifesta-se por intensa depressão, acompanhada de insônia, choro fácil, esquecimento e confusão. Também neste subgrupo tem sido observada a deficiência de magnésio, como fator etiológico, essa deficiência aumentaria a sensibilidade ao estresse, favorecendo a secreção de androgênios mediados pelo hormônio adrenocorticotrófico (ACTH – produzido pela camada externa da supra-renal), deprimindo o sistema nervoso central (SNC). Como vemos a SPM é grave e a paciente precisa da ajuda de um endócrino-ginecologista ou ginecologista, para minimizar sua sintomatologia e permitir que ela retome suas atividades normais o mais breve possível, porque a SPM é extremamente incapacitante. 


AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr 
Endocrinologista – Neuroendocrinologista 
CRM: 20611 

Dra Henriqueta V. Caio 
Endocrinologia-Medicina Interna 
CRM 28930 

Como saber mais:
1. As primeiras referências à síndrome pré-menstrual (SPM) encontram-se nos relatos de Hipócrates, que observou o aparecimento de cefaléia e agitação no período pré-menstrual...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=TPM

2. No final da TPM há um agravamento do estado de humor e é definido como distúrbio disfórico...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/

3. A segunda mais freqüente se caracteriza por alterações do metabolismo hídrico, manifestada por edema, dores abdominais, mastalgia e ganho de peso, retenção de sódio e água...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/



AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referência Bibliográfica:
Nunes MG, Haidar MA, Mota EAM, Simões RD, Baracat EC. Síndrome pré-menstrual: etiopatogenia e fisiopatologia. Femina 1999; 27:25-9. Carney MWP. Distúrbio menstrual: um problema psicogênico. Clin Obstet Ginecol 1981; 8:107-17. Greene R, Dalton K. The premenstrual syndrome. Br Med J 1953; 1:481-8. Abraham GE. Nutritional factors in the etiology of the premenstrual tension syndromes. J Reprod Med 1983; 28:446-64. Bastos AC. Dismenorréia, dor intermenstrual e tensão pré-menstrual. In: Bastos AC, editor. Noções de Ginecologia. 9a. ed. São Paulo: Atheneu; 1994. p.104-10. Israel SL. Tensión premenstrual. In: Israel SL, editor. Transtornos Menstruales y Esterilidad. 5ª ed. Buenos Aires: Bernardes; 1969. p.165-75. Cavalcanti SMO, Vitiello N. Síndrome da tensão pré-menstrual. Femina 1987; 15:776-80. Freeman EW, Rickels K, Arredondo F, Kao LC, Pollack SE, Sondheimer SJ. Full or half-cycle treatment of severe premenstrual syndrome with a serotonergic antidepressant. J Clin Psychopharmacol 1999; 19:3-8. Thys-Jacobs S, Starkey P, Bernstein D, Tian J. Calcium carbonate and the premenstrual syndrome: effects on premenstrual and menstrual symptoms. Premenstrual Syndrome Study Group. Am J Obstet Gynecol 1998; 179:444-52. O'Brien PM, Abukhalil IE. Randomized controlled trial of the management of premenstrual syndrome and premenstrual mastalgia using luteal phase-only danazol. Am J Obstet Gynecol 1999; 180:18-23. Pereira MG. O controle de variáveis. In: Pereira MG, editor. Epidemiologia: Teoria e Prática. 1a. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1995. p.377-97. Mortola JF, Girton L, Beck L, Yen SS. Diagnosis of premenstrual syndrome by a simple prospective and reliable instrument: the calendar of premenstrual experiences. Obstet Gynecol 1990; 76:302-7. Gustafson TL. True Epistat manual. 1st ed. Richardson: Epistat Services; 1987. p. 24-9. Ciszek-Doniek V, Poreba R, Zogala K, Olszöwka P. The premenstrual syndrome frequency and the intensity of its symptoms in young women and teenagers living in the Upper Silesian Industrial region. Ginekol Pol 1999; 70:396-400. Singh BB, Berman BM, Simpson RL, Annechild A. Incidence of premenstrual syndrome and remedy usage: a national probability sample study. Altern Ther Health Med 1998; 4:75-9. Keenan PA, Lindamer LA, Jong SK. Menstrual phase-independent retrieval deficit in women with PMS. Biol Psychiatry 1995; 38:369-77.










Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com
 

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17


Seguir no Google Buzz

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: (PMS) PRÉ- MENSTRUAL SÍNDROME, OU TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL, TPM;

CONJUNTO DE SINTOMAS FÍSICOS E EMOCIONAIS RELACIONADOS COMO O DE UMA MULHER NA SEGUNDA METADE DO CICLO MENSTRUAL, RELACIONADOS À FUNÇÃO OVULATÓRIA NORMAL,


"TAIS COMO INCHAÇO OU AUMENTO DA SENSIBILIDADE MAMÁRIA, DEFINIÇÕES MÉDICAS DA TPM SÃO LIMITADAS A UM PADRÃO CONSISTENTE DE SINTOMAS FÍSICOS E EMOCIONAIS QUE OCORREM APENAS DURANTE A FASE LÚTEA DO CICLO MENSTRUAL, OU SEJA, SEGUNDA METADE DO CICLO MENSTRUAL, QUE SÃO DE "GRAVIDADE SUFICIENTE PARA INTERFERIR COM ALGUNS ASPECTOS DA VIDA". 

A síndrome ou tensão pré-menstrual é um problema de grande magnitude para a qualidade de vida das mulheres em idade fértil, uma situação elevadamente crítica para um grupo razoável de mulheres que podem levá-las a cometer atos anti – sociais, sem a consciência completa de suas ações, ou por limite de suporte orgânico aos seus sintomas. Os sintomas mais severos podem variar estatisticamente entre 3% das mulheres, embora existam citações de até 16%, incluindo no mínimo 85 a 90 % de mulheres com no mínimo um sintoma da TPM ou síndrome pré-menstrual ou pré-menstrual síndrome; mais de 200 sintomas diferentes têm sido associados com a TPM, mas os três sintomas mais citados com frequência são a irritabilidade, tensão, choro fácil e disforia (infelicidade). Muito comum é o estado emocional e sintomas não-específicos que incluem estresse, ansiedade, dificuldade em adormecer (insônia), dor de cabeça, fadiga, alterações de humor, aumento da sensibilidade emocional e alterações na libido. As definições formais absolutamente necessárias à presença de sintomas emocionais como a queixa principal , a presença de sintomas físicos associados exclusivamente com o ciclo menstrual, tais como inchaço , cólicas na parte de baixo do abdome, câimbras, prisão de ventre, inchaço ou sensibilidade nos seios, acne cíclica, dor articular ou muscular, e não importa o quão perturbador estes sintomas físicos são, mas podem assim mesmo acompanhar a princípio e não serem associados ou considerados como parte da PMS- síndrome ou tensão pré-menstrual. Os sintomas exatos e sua intensidade variam de mulher para mulher e até mesmo de ciclo para ciclo. A maioria das mulheres com experiência em síndrome pré-menstrual, com apenas alguns dos sintomas, apresentam um padrão relativamente previsível.
Existem diversos fatores que podem ser um gatilho para a presença da TPM, alguns como a história familiar com antecedentes familiares que apresentaram também este problema, os fatores psicogênicos como estresses, fatores dietéticos (níveis baixos de certas vitaminas e minerais, principalmente magnésio, manganês e vitamina E), também déficit de vitamina D, história de depressão, síndrome do pânico, e de acordo com as definições típicas, os sintomas devem estar presentes em algum momento durante os dez dias imediatamente antes do início da menstruação, e não devem estar presentes por pelo menos uma semana entre o início da menstruação e a ovulação, mas é questionável devido os múltiplos sintomas que acompanham esta síndrome perversa para a mulherO fato é que, não adianta se automedicar na tentativa de desaparecer com tais sintomas ou mesmo minorar suas consequências, o ideal e absolutamente correto é procurar um endocrinologista ou um endócrino - ginecologista, pois existem alguns tratamentos eficientes para evitar tais problemas, que variam de paciente para paciente, além do avanço científico que vem ocorrendo. 


Dr. João Santos Caio Jr 
Endocrinologista – Neuroendocrinologista 
CRM: 20611 

Dra Henriqueta V. Caio 
Endocrinologia-Medicina Interna 
CRM 28930


Como saber mais:
1. A tensão pré-menstrual ou síndrome pré-menstrual pode não ser cíclica, ou seja, não ocorrer todos os meses...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=TPM

2. A síndrome pré-menstrual ou tensão pré-menstrual é comum...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/

3. A incapacidade de manter as atividades normais é parte da definição da doença, portanto, a morbidade está relacionada à dificuldade de atividades normais durante os sintomas, como por exemplo, atividades profissionais...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com/



AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Liana Roxanne Clark, MD Professor Assistente do Departamento de Pediatria, Craig-Dalsimer Divisão de Medicina do Adolescente, Hospital Infantil da Filadélfia; Elizabeth Alderman, MD Diretor de Fellowship Programa de Treinamento, Diretor, Serviço de Ambulatório do Adolescente, Professor, Clínica Pediátrica, Departamento de Pediatria, Divisão de Medicina do Adolescente, Albert Einstein College of Medicine e do Hospital Infantil de Montefiore; Mary L Windle, PharmD Adjunto Professor Associado da Universidade de Nebraska Medical Center College of Pharmacy; Editor Farmácia, eMedicine; Wayne Wolfram, MD, MPH Professor Associado do Departamento de Medicina de Emergência, Mercy St Vincent Medical Center; Daniel Rauch, MD, FAAP Diretor do Programa de Hospitalist Pediátrica, Professor Associado do Departamento de Pediatria, New York University School of Medicine.









Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/


Seguir no Google Buzz

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: NUTRIÇÃO - SÍNDROME PRÉ-MENSTRUAL, TPM – TENSÃO PRÉ MENSTRUAL, É UMA SÍNDROME COMPLEXA,


ESTA ACOMPANHADA DE DIVERSOS SINTOMAS, INCLUINDO DEFICIÊNCIA DE VÁRIOS COMPLEXOS VITAMÍNICOS, COMO POR EXEMPLO O COMPLEXO B, MAS DEVEMOS TAMBÉM OBSERVARMOS QUE OS HORMÔNIOS SEXUAIS INTERFEREM.


Esta síndrome é pouco conhecida, uma grande maioria das mulheres apresentam pelo menos um sintoma e em torno de 16 %, apresentam sintomas graves da TPM, dificultando suas atividades diárias com aparecimento de dores no baixo ventre, muitas vezes dificultando até o exercício profissional. A síndrome pré-menstrual (TPM) afeta uma em cada cinco mulheres. Os sintomas aparecem na semana que antecede a menstruação, cessando nos primeiros dias após o início desta. Os sintomas mais comuns são: ansiedade, depressão, irritabilidade, dor abdominal, fadiga e inchaço. A causa pode estar relacionada com as alterações hormonais. Um estudo realizado com mulheres mostra que fazer uma dieta rica em alimentos fontes de vitaminas do complexo B tem menos risco de síndrome pré-menstrual (TPM). As mulheres que comem com freqüência alimentos como espinafre e cereais enriquecidos com vitaminas B têm um risco menor de 25% de apresentar a TPM - tensão pré menstrual. É importante que as mulheres que apresentam com freqüência estes sintomas avaliem a qualidade da alimentação certificando-se de que está consumindo razoavelmente a quantidade ideal de alimentos ricos em tiamina e riboflavina do complexo B. É relativamente fácil de encontrar nos alimentos estas vitaminas (B1-tiamina e B2- riboflavina). A vitamina B1 está nos cereais fortificados, feijões secos, carne vermelha. Já a vitamina B2 encontramos nos ovos, leites, agrião, rúcula, sardinha, fígado. O ideal é ter o hábito de consumir uma alimentação equilibrada e saudável, com variedade de frutas e legumes, vegetais folhosos, consumo de alimentos integrais, porque desta forma, a mulher vai receber uma quantidade suficiente destes nutrientes, assim como as outras vitaminas e minerais que o organismo precisa para manter as funções básicas. Neste período é comum a retenção hídrica, inchaços, portanto fiquem longe dos produtos industrializados, ou melhor, escolha os alimentos com menos percentual de sódio. As grandes concentrações de sódio estão nos temperos prontos, sopas industrializadas, molhos, refrigerantes. Outro cuidado fora a alimentação é a atividade física. A mulher precisa se exercitar regularmente para amenizar o estresse.

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. Quais são os alimentos que colaboram para a retenção hídrica...



2. Dieta rica em alimentos fontes de vitaminas do complexo B tem menos risco de síndrome pré-menstrual (TPM)...




3. A vitamina B1 está nos cereais fortificados, feijões secos, carne vermelha...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
BATTEN, L. A.; Alimentos ricos em vitaminas do complexo b estão associados a menores riscos de TPM. American Journal Clinical of Nutrition 2011.








Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Seguir no Google Buzz

7 de janeiro de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: TENSÃO PRÉ MENSTRUAL -A IMPORTÂNCIA DA TPM NA VIDA SOCIAL, PROFISSIONAL E PESSOAL DAS MULHERES QUE DELA SOFREM,

DEVIDO AS ALTERAÇÕES ORGÂNICAS E PSÍQUICAS QUE A ACOMPANHAM.


A tensão pré-menstrual é uma alteração que a grande maioria das mulheres sofre desde o início da puberdade até o final do período fértil, quando as mulheres deixam de ovular (acompanha o período ovulatório normal da mulher).
Ela é composta por uma série de sinais e sintomas físicos e comportamentais que ocorrem na 2º fase do ciclo menstrual , eles chegam em alguns casos a ser tão graves que alteram a vida pessoal, profissional e social das mulheres que dela padecem. É uma desorganização neuropsicoendócrina (neurológica, psíquica e metabólica) que trazem transtornos sociais, psicológicos e biológicos. Atualmente acredita-se que as funções ovarianas desencadeiam os sintomas alterando a atividade de um neurotransmissor, muito falado ultimamente, que é a serotonina que atua diretamente sobre o Sistema Nervoso Central (SNC), dando sensação de prazer, bem-estar, etc... Sintomas mais freqüentes. Os sintomas mais freqüentemente encontrados são: desconforto abdominal, dor nas mamas, dores de cabeça, depressão, irritabilidade, aumento da tensão, maior vontade de comer, principalmente chocolates, dificuldade de concentração, esquecimento de coisas corriqueiras, choro fácil, raiva, angustia, aperto no peito, insônia, inchaço, acne, sentimento de rejeição. Medidas preventivas Existem medidas preventivas que podem ser tomadas que aliviam alguns sintomas: principalmente chocolates, dificuldade de concentração, esquecimento de coisas corriqueiras, choro fácil, raiva, angustia, aperto no peito, insônia, inchaço, acne, sentimento de rejeição. 
Deve ser feito um exame clínico criterioso e exames laboratoriais, tais como exames bioquímicos, exames hormonais em geral porque algumas alterações metabólicas podem simular uma TPM, por exemplo, alteração tireoideana, etc... 
- explicar que a TPM não é grave e que pode ser minorada;
- devem ser feitas orientações quanto ao teor da alimentação; - fracionar as refeições; - não ingerir álcool; - diminuir a ingestão de sal; - parar de fumar; - atividade física regularmente ao menos 3 vezes por semana; - procurar controlar o estresse (p. ex. usando técnicas de relaxamento). Lembre-se, é importante você conversar com seu médico para ficar mais tranquila e saber que existe uma variedade de tratamentos para a TPM que podem ajudá-la a se sentir melhor, ter uma melhor qualidade de vida também neste período.

Dr. João S.Caio Jr
Endocrinologista - Neuroendocrinologista
CRM:20611

Dra Henriqueta V.Caio
Endocrinologia - Medicina Interna
CRM:28930

[Como saber Mais:
1. Reposição Hormonal pode ser bom para os sintomas da TPM...

2.Na TPM podem aparecer espinhas...

3. Espinhas podem ser aviso que estou com problema de ovário policístico...

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
1.Moore,K.L.The Developing Human. 4 Ed.40.W.B Saunders Company Philadelphia.
2.DE Wolf, C.DE Wolf-Peeters & I. Brosens. Am.J. Obstet.Gynecol.117:833-848
3. Smith, S.K.The Physiology of menstrutation.
4. Odlind,V.& I.S.Contraception and Menstrual bleeding disturbances: a clinical overview. University Press. Cambridge.








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404
ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257 
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails:drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil
.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/ 


Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br 


Google Maps:

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Seguir no Google Buzz


26 de outubro de 2010

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: TENSÃO PRÉ MENSTRUAL (CICLO DA TPM )

SINTOMA SÉRIO QUE ACOMETE A MULHER DURANTE O CICLO MENSTRUAL OU DURANTE A MENSTRUAÇÃO E ATÉ MESMO ANTES- DA MENSTRUAÇÃO. GERALMENTE ESTÁ LIGADA AOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS OU SÍNDROME DO OVÁRIO MICRO-POLICÍSTICO


Síndrome Disfórica e Transtorno Disfórico Pré-Menstrual: Síndrome Pré Menstrual refere-se às variações físicas e do humor na Organização Mundial de Saúde ainda não reconheceu a tensão pré-menstrual como uma entidade patológica; enquanto isso a classificação norte americana já diferencia Síndrome pré-menstrual (Premenstrual Syndrome) da Desordem Disfórica Pré-Menstrual (Premenstrual Dysphoric Disorder). Esta deficiência, contudo, deverá ser corrigida na 11ª edição do Código Internacional das Doenças.Não restam muitas dúvidas que existe um transtorno relacionado às fases do ciclo ovariano; quanto a serem dois distúrbios não se tem tanta certeza. Está sendo discutido e estudado se a Síndrome P-M e a Desordem Disfórica P-M são a mesma coisa, provavelmente sim.Qual a diferença entre elas? Nas mulheres surge uma a duas semanas antes da menstruação e desaparece no fim do fluxo menstrual. Este transtorno é tratado pelos ginecologistas. A Desordem Disfórica P-M não apresenta necessariamente a sintomatologia física enquanto a alteração do humor é grave o suficiente para interferir nas atividades rotineiras ou trabalhistas.

Trataremos aqui como uma só doença pelo nome mais comum em nosso meio: Tensão Pré-Menstrual (TPM). 
Como se identifica a TPM?
Durante o intervalo de 12 meses a mulher deverá ter apresentado na maioria dos ciclo pelo menos cinco dos sintomas abaixo:
Humor deprimido
Raiva ou irritabilidade
Dificuldade de concentração
Falta de interesse pelo que se costuma gostar
Aumento do apetite
Insônia ou hipersonia
Como se Trata a TPM?
Com modificação na dieta, aumentando-se a quantidade de proteínas e diminuindo o açúcar, o sal, o café e o álcool.
Fazendo exercícios regularmente, evitando o estresse, suplementando a dieta com vitamina B6, cálcio e magnésio.
As alternativas medicamentosas são com contraceptivos orais.                                                                                                                       

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João S.Caio Jr
Endocrinologista e Neuroendocrinologista
CRM: 20611

Dra Henriqueta V.Caio
Endocrinologia e Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.Quais as causas da TPM...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=TPM

2. Como podemos melhorar essa tensão com uma boa alimentação...
http://www.vanderhaagenbrazil.com.br/page_1254405305046.html

3. Controlando a obesidade o que pode nos ajudar...


Referências Bibliográficas:
1.Moore,K.L.The Developing Human. 4 Ed.40.W.B Saunders Company Philadelphia.
2.DE Wolf, C.DE Wolf-Peeters & I. Brosens. Am.J. Obstet.Gynecol.117:833-848
3.Smith, S.K.The Physiology of menstrutation.
4.Odlind,V.& I.S.Contraception and Menstrual bleeding disturbances: a clinical overview. University Press. Cambridge.







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305

Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br



Seguir no Google Buzz